A ARCA DO MUNDO é uma instituição que toma conta de crianças em risco, que vivem diariamente em situações de abandono, racismo e exclusão social.

A ARCA DAS CRIANÇAS
Diariamente, a “Arca do Mundo” cuida de crianças que são vítimas de abandono, racismo e exclusão social, numa das regiões mais pobres de Atenas, a Academia de Platão. Foi fundada em 1998 pelo padre Antonios Papanikolaou (com 26 anos de idade naquela altura), com a ideia de criar para as crianças da “outra” Atenas, um lugar para cuidar e dar apoio a essas crianças, na esperança dum futuro mais próspero.

CRIANÇAS DE "OUTRA" ATENAS
Hoje, a ARCA cuida de aproximadamente 200 crianças – desde bebés até jovens de 18 anos – numa comunidade multicultural e multi-religiosa que prospera e consegue alcançar grandes feitos  em conjunto. As 150 crianças gregas, juntamente com crianças da Roménia, da Bulgária, da Albânia, da Ucrânia, da Rússia, do Cazaquistão, de Gana, do Afeganistão e do Iraque, aproveitam a harmonia, o carinho e a paz da ARCA, que ajuda a reduzir o nível de pobreza, a fome, a doença, a miséria, a exploração e o analfabetismo dessas crianças.
Há voluntários que tratam de maneira altruísta as necessidades básicas das crianças, tais como alimentação, vestuário, entretenimento, enfermagem e integração escolar. Outros voluntários cuidam da educação deles, com cursos livres, e ainda com formação profissional.

Os voluntários e doadores contribuem para a integração social das crianças sob o cuidado constante do Padre Antonios.

AS CRIANÇAS FICAM COM AS MÃES
O objectivo do Padre Antonios é manter as crianças com suas mães e evitar que vivam em instituições. Para conseguir isso, as mães sem-tecto e sem rendimentos recebem uma ajuda económica mensal (para a renda de pequenas residências, água e contas de energia eléctrica, etc). Além disso, as mães recebem ajuda, quer para encontrar emprego e conseguir sustento, quer para assumir a responsabilidade pelos seus filhos. Apesar da grave escassez de recursos que a ARCA enfrenta, como falta de liquidez financeira e de infra-estruturas, os seus esforços têm contribuído muito, tendo sido reconhecidos com distinções nacionais e internacionais.

PRÉMIO DE MELHOR ORGANIZAÇÃO DE APOIO A CRIANÇAS, HOMENAGEADA PELA UNESCO
A ARCA já recebeu prémios de dois Presidentes da República da Grécia, Konstantinos Stefanopoulos (em Novembro de 2003) e Karolos Papoulias (em Dezembro de 2005), como uma das melhores organizações gregas para o bem-estar das crianças. O Observatório Europeu contra o Racismo e a Xenofobia descreveu a ARCA como “O exemplo mais brilhante contra o racismo e a xenofobia na Grécia” no ano de 2003. Em Dezembro de 2004, a ARCA foi homenageada pela UNESCO e, em Dezembro de 2008, o padre Antonios Papanikolaou foi reconhecido pela Academia de Atenas pela seu elevado sentido humano e pelo seu excepcional trabalho voluntário.

AJUDA COM O MATERIAL ESCOLAR
Em Setembro deste ano, a SIKA Grécia, em sintonia com as necessidades atuais do seu ambiente social, ajudou os alunos do ensino fundamental, fornecendo-lhes material escolar. Foram entregues mochilas escolares cheias de cadernos, canetas e lápis de cor, além de canetas, calculadoras e bolas, contemplando as diferentes faixas etárias e necessidades.

Os itens foram entregues tanto à ONG que cuida das crianças, bem como aos filhos dos funcionários, preenchendo o ambiente com sorrisos felizes. A SIKA irá continuar a contribuir activamente com a comunidade uma vez mais, apoiando os seus indivíduos mais desfavorecidos, mas mais promissores: as crianças.